Capa

MTB 12 Horas completará sua 23ª edição

Prova será no dia 16 de novembro, no Parque Ecológico de Campinas

06.11.2019  |  358 visualizações

São Paulo (SP), 06/11/19 – Um dos mais importantes e tradicionais eventos de mountain bike do pais, o MTB 12 Horas terá sua 23ª edição no dia 16 de novembro. O Parque Ecológico de Campinas será o palco pelo segundo ano consecutivo do evento, um verdadeiro festival da modalidade e que mescla competição de longa duração, atrações, torcida e muita emoção com um astral único e positivo. Além do mais puro mountain bike, o evento reunirá muita música, food trucks, feira de produtos e acessórios do esporte.

O evento conta com equipes de revezamento – duplas, trios e quartetos -, e a categoria Solo. A largada, no estilo “ Le Mans”, onde os ciclistas correm a pé para pegar suas bicicletas, também é um show à parte. Serão 400 competidores, de 10 estados do Brasil e centenas de cidades, divididos em 13 categorias. A largada está marcada para as 10h.

Com o enorme sucesso do ano passado, o belíssimo Parque Ecológico em Campinas, será novamente a sede da competição que é realizada desde 1996. São 24 anos de muita história e tradição que tornou esse evento ciclístico um dos mais importantes do Brasil.

O circuito, um dos melhores de todos os tempos desde o primeiro MTB 12 Horas, é perfeito. Formado quase totalmente por tortuosos singletracks (trilhas estreitas) em meio a bosques e árvores, entremeados por trechos abertos e de alta velocidade e curvas desafiadoras, lembra em muitos pontos o técnico e exigente percurso do CEMUCAM. O circuito coloca à prova a capacidade física, a técnica de pilotagem e também a resistência mental dos participantes 

Considerado de forma unânime, em 2018, pelos participantes como “um dos mais divertidos de todos os tempos”, oferece terreno e obstáculos variados típicos do “verdadeiro mountain bike”, nas palavras de um atleta, em seus 6.200 metros de extensão. 

Uma das atrações da competição será o tetracampeão na Solo, Carlos Henrique Paixão, da cidade de Avaré, único ciclista a ganhar quatro vezes consecutivas e que busca, este ano, seu quinto título e o recorde de maior campeão de todos os tempos.

Outra atração será o padre ciclista Cristovão Sopicki, com sua tradicional benção antes da prova. Depois da oração, ele se transforma em ciclista. Troca o traje católico por luvas, sapatilhas, capacete e, é claro, a bicicleta. O polonês, que nasceu em Wadovice, a cidade de João Paulo II, e foi coroinha crismado pelo falecido papa, destaca que, no início, os ciclistas estranhavam o ritual que se repetirá na 23ª edição do MTB 12 horas.

Sobre o MTB 12 Horas

O MTB 12 Horas é a prova de mountain bike de longa duração em revezamento mais tradicional do Brasil. A prova existe desde 1996, numa iniciativa do Clube Sampa Bikers. São 12 horas de prova disputadas em um circuito técnico com muitas trilhas e poucos lugares de ultrapassagem. 

As duplas, trios e quartetos são categorias de revezamento, nas quais os competidores se revezam de forma livre, durante as 12 horas de prova. Vence aquele que completar o maior número de voltas. Na parte noturna, a iluminação é fornecida por faróis instalados nas bicicletas, pois o circuito não é iluminado

O MTB 12 horas 2019 é tem promoção e organização do clube de ciclistas Sampa Bikers, com patrocínio do Audax Bikes, apoio da Prefeitura Municipal de Campinas, Secretaria Municipal de Esportes e Lazer, Secretaria de Desenvolvimento Econômico Social e de Turismo, Lojas Decathlon, Hotel Vila Rica Campinas, Sanasa , Shimano, Spec Squeezes, Escola Park Toll, Solifes , Going e LAF Seguros.

 

Mais informações no site oficial, www.mtb12horas.com.br

  

Consultoria de Comunicação do Sampa Bikers:

MBraga Comunicação – Marcelo Eduardo Braga – Mtb 18324

Fone: (11) 98266-6086/E-mail: mbragacom@mbragacom.com.br

Leia também...
12.11.2019

Após balanço, estão disponíveis poucas vagas para a Prova

07.11.2019

Organização fará balanço de confirmações e abrirá lote final

05.11.2019

Prova, este ano, reunirá crianças e adolescentes no Memorial da América Latina, em São Paulo

29.10.2019

Restam poucas vagas para a Prova