Capa

95ª Corrida de São Silvestre: largadas divididas em cinco setores

Acesso do público será limitado

28.12.2019  |  963 visualizações

São Paulo (SP), 28/12/19 – Serão cinco os setores de acesso à largada da 95ª Corrida Internacional de São Silvestre, a partir das 7h25min do dia 31 de dezembro. Cada setor terá uma cor correspondente ao número de peito dos competidores e locais de entrada distintos. Dessa forma, os atletas terão orientação para chegar ao seu setor, determinado pelo tempo estimado de cada um. Os bloqueios de acesso funcionarão de 5h às 10h.

Para a Elite e Cadeirante Esportivo (sem Guia) a entrada será pela Rua Frei Caneca. O pelotão Geral terá os acessos pelas ruas Ministro Rocha Azevedo (verde), Peixoto Gomide (azul), Alameda Casa Branca (rosa) e Plínio Salgado (amarelo). As categorias Deficientes, Pelotão C e PM também farão seu entrada pela Rua Frei Caneca. Cadeirante com Guia, que faz sua estreia, acessará pela Alameda Casa Branca, na calçada do Parque Trianon. Para chegar a essas ruas, os atletas deverão estar com número de peito, pois haverá gradeamento e seguranças. Pipocas não serão bem-vindos. 

Os 35 mil inscritos devem estar atentos aos importantes detalhes para chegar à Avenida Paulista e fazer sua prova com tranquilidade, segurança e muita diversão. A programação de largadas começará às 7h25min, na Avenida Paulista, perto do número 2000.

Mas a avenida já estará interditada a partir da meia noite, entre a Avenida Brigadeiro Luiz Antônio seguindo até a Rua Dr. Arnaldo com a Rua Major Natanael. Serão quatro mil grades e 300 monitores, além de brigadistas, divididos pelos acessos oficiais.

Alamedas Santos e São Carlos do Pinhal serão as opções para se chegar à região e entradas dos quatro setores de tempo, lembrando que apenas pessoas com número oficial de peito terão acesso. O quarteirão entre a rua Joaquim Eugênio de Lima e a alameda Campinas será exclusivo para a chegada, enquanto o quarteirão entre Campinas e Pamplona será utilizado para dispersão. Portanto, não será permitido a presença de público neste dois setores.

Para o público na chegada, em razão dos bloqueios, o local para acompanhar os últimos metros, já na Paulista, será no trecho entre Brigadeiro e Joaquim Eugênio de Lima, pois os demais estarão interditados ao público.

A melhor forma de chegar será pelo transporte público, em especial o Metrô. A opções perfeitas serão as estações Brigadeiro e Consolação. O organização ressalta que a estação Trianon não deverá ser usada pelos atletas, pois não dará acesso à corrida.

A infraestrutura do evento é dimensionada para o número oficial de inscritos, não contemplando serviços a atletas sem inscrição ("pipocas"). Como consta em regulamento, não haverá serviços extras e hidratação excedente para atletas sem inscrição.

Programação

A programação de largadas no dia 31 começará mais cedo, a partir das 7h25min, com a largada da categoria Cadeirantes. Em seguida, a partir das 7h40min, será a vez da Elite feminino, ficando para as 8h05min a Elite masculino, Pelotão C, e Cadeirantes com Guia e Pelotão Geral.

A 95ª Corrida Internacional de São Silvestre é uma propriedade da Fundação Cásper Líbero/FCL, realização do site Gazeta Esportiva, com transmissão da TV Gazeta e da TV Globo. Apoio especial do Governo do Estado de São Paulo e da Prefeitura da Cidade de São Paulo. A supervisão técnica é da World Athletics (IAAF), CBAt, FPA e AIMS e a organização técnica da Yescom.

 

Contatos de Imprensa:      

 

Consultoria de Comunicação da Yescom:        

MBraga Comunicação - Marcelo Eduardo Braga - Mtb 18324      

Fones: (11) 98266-6086(T) - E-mail: mbragacom@mbragacom.com.br

 

Fundação Cásper Libero:  

Ricardo Nóbrega

Assessoria de Imprensa      

rtnobrega@fcl.com.br

(+5511) 3170-5514

 

 

Leia também...
25.05.2020

Em razão da pandemia da Covid-19, a tradicional disputa não acontecerá neste ano

17.03.2020

COMUNICADO

03.02.2020

Prova será entre 21 e 25 de abril e está com condições especiais para inscrição, mas por tempo limitado

14.01.2020

Evento, mais nordestino, largará em Campina Grande (PB) e terminará em Mossoró (RN), com roteiro inédito